A Odontologia do Esporte à disposição de todos

Você já parou para questionar a aplicabilidade da Odontologia do Esporte? Se chegou até esse texto, provavelmente já tem consciência de que não estamos mais engatinhando na especialidade, e sim, temos nossa ciência de estudo e clínica muito bem firmadas em verdades comprovadas; estamos maduros e devemos pensar mais além. :D Retomando a real necessidade da área concluímos que, em um determinado momento da história, a Odontologia precisou direcionar seu olhar para um grupo de pacientes que se diferenciava dos demais pela somatória de estímulos a que estavam submetidos e, por isso, requeriam cuidados odontológicos voltados para suas necessidades. Entre esses estímulos, encontramos: 1) desgaste

Avaliação da presença do cortisol na saliva e o Desempenho Esportivo

O Cortisol é desencadeado em nosso organismo quando sofremos situações de alarme ou tensão. O corpo do atleta, como de qualquer pessoa, se prepara para uma situação de perigo através da liberação de cortisol, mas o problema ocorre quando esses níveis permanecem elevados ao longo de um período de tempo. A pressão do público, a importância de competições, busca por um troféu e cobrança de patrocinadores, aumentam o nível de cortisol, o que o faz cometer erros. Existem duas formas de se analisar hormônios, dentre essas formas existem dois meios: Os não invasivos e os invasivos. Quando falamos de atletas, devemos sempre escolher métodos não invasivos, para evitar/diminuir complicações e desconfo

Enxaguante bucal pode reduzir benefícios da atividade física?

Artigo comentado de hoje: "Post-exercise hypotension and skeletal muscle oxygenation is regulated by nitrate-reducing activity of oral bacteria", da Revista: Free Radical Biology and Medicine. Volume 143, 1 November 2019, Pages 252-259 Cientistas estão cada vez mais interessados na relação existente entre saúde bucal e saúde sistêmica. Até aí, tudo bem. E os benefícios dos exercícios físicos para a saúde cardiovascular, especialmente no que diz respeito à prevenção da hipertensão arterial, já foram documentados por inúmeras pesquisas. Até aí, tudo bem também. Mas, o estudo que vamos discutir hoje afirma que esse efeito benéfico é significativamente reduzido quando as pessoas usam enxaguantes

Quer ficar por dentro das novidades?

Se cadastra aqui: 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Balneário Camboriú - SC

(47) 9 9158 3050