• Clara Padilha

Água com limão para atletas: uma combinação perigosa para os dentes?

Atualizado: Mar 31

Autora: Andrea Tolentino @deiatolentino

Doutoranda em Dentística - USP


Você sabia que a saliva demora quase uma hora para combater a acidez da água com limão na sua boca?



O uso do limão em jejum virou moda no mundo fitness, em atletas e/ou para quem deseja ter uma vida mais saudável. PRINCIPALMENTE entre os mais jovens.


Dizem que o limão desintoxica e emagrece! Apesar dessas informações serem amplamente divulgadas na "rede de conhecimento" (também conhecida como instagram), não existe consenso científico sobre esses benefícios.


O pH do suco de limão é em torno de 2,2.



Considerando que nossos dentes "aguentam" líquidos com pH de até 5,5, o que será que está acontecendo com nossos dentes?


Eles estão sendo desgastados, corroídos, e, consequentemente, estão envelhecendo mais rápido.

Observe na imagem onde temos a representação de um paciente de faixa etária próxima (jovens) mas, apesar disso, veja como em dois deles já existe perda da anatomia oclusal dos dentes, arredondamento das cúspides e com sensibilidade dentinária.






Além disso, lembre-se que esse paciente além de tomar água com limão todos os dias, também aperta os dentes 1h30 durante os exercícios na academia, range os dentes durante a noite, escova com muita força, tem distúrbios gástricos, etc...




Ou seja, outros fatores que pioram a situação.


Estamos preparados para orientar nossos pacientes a diminuir a agressão aos nossos dentes?


- Sempre que possível usar CANUDOS;

- Evitar bochechar líquidos ácidos, pois potencializa a agressão aos dentes;

- Evitar escovar os dentes imediatamente à ingestão de líquidos ácidos;

- Usar escovas extra macias;

- Evitar colocar força na escovação;

- Antes de escovar os dentes bochechar a boca com água ou enxaguantes;

- Usar pastas de dentes que possuem ação anti-corrosivas;

- Evitar bebidas ácidas antes de dormir;

- Equilíbrio e bom senso na frequência de ingestão de líquidos/alimentos ácidos (ideal seria conversar com um(a) nutricionista);

- Beber muita água;

- "Controlar" outros fatores que podem estar relacionados a degradação do dente;

- Retorno ao seu dentista de 6 em 6 meses para acompanhamento.

Para mais informações siga @grupo_lcnc e @gpec.hd

Quer ficar por dentro das novidades?

Se cadastra aqui: 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Balneário Camboriú - SC

(47) 9 9158 3050