• Clara Padilha

Atualizações COVID 19 - Relato Informal de Emergências Odontológicas

Autora: Juliana Órsia

CD do Esporte - Curitiba- PR



Estar atento ao que se concretiza na realidade prática (clínica) tem sido um ponto mais que crucial neste período de isolamento social e paralisação de atividades. 



A ciência leva o seu tempo para observar, coletar, processar, analisar e fazer conclusões comprovadas das circunstâncias - nunca vivi tempo de maior divergência de informações na área da saúde.


Fazer uma odontologia baseada em evidência científica dentro dessas circunstâncias emergenciais atuais se tornou uma tarefa difícil. 


Diante dessa situação, a comunicação rápida e eficaz de informações pode ser um bom ponto de partida para acadêmicos que desejem cientificizar os relatos.


Imagino que Dentistas do Esporte atuantes na linha de frente em atendimentos emergenciais estão em GINÁSTICA CEREBRAL INTENSA de análise dos seus casos clínicos, pois é assim que estou experimentando meu trabalho. A demanda das emergências odontológicas têm me trazido características comuns, (dignas de atenção) que vou compartilhar.


Há 2 meses, o atleta profissional brasileiro, vem mantendo o isolamento social. As modalidades coletivas e de proximidade física são as mais dificultosas para uma adaptação de treinos em quarentena. Isso refletiu diretamente na qualidade dos treinamentos e por consequência na diminuição do rendimento esportivo do atleta, podendo-se afirmar que houve diminuição na qualidade de vida e saúde do atleta também. Relatos e notícias sobre sintomas depressivos também vem crescendo nas plataformas do jornalismo do esporte.


Em 2 meses de atendimentos emergenciais de atletas, tenho notado SINAIS e SINTOMAS comuns que têm se conectado exponencialmente à medida em que os dias vão passando:


  • lesões dentárias ou endodônticas agudas de progressão rápida (lembrando que estou fazendo referência a 2 meses)

Ligadas à: 

  • diminuição considerável do fluxo salivar

  • relato de tratamento psicoterápico com ansiolíticos

E,

  • fraturas dentárias causadas por bruxismo/apartamento dental

Ligadas ao:

  • relato de dores agudas faciais (muscular e articular) 

  • relato de suspensão do uso do protetor bucal (devido à adaptação dos treinos sem contato físico) 

É claro que, não podemos fazer afirmações conclusivas em tão pouco tempo de mudanças de rotina (mesmo que drásticas). Mas creio que, a melhor forma de ajudarmos nossos atletas, é dando atenção aos seus sinais/sintomas e relatos, de forma rápida e investigativa.


Estar atento às conexões entre os dados é o que vai ajudar na resolução dos casos, neste período tão dificultoso para eles.




Quer ficar por dentro das novidades?

Se cadastra aqui: 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Balneário Camboriú - SC

(47) 9 9158 3050