A Primeira consulta

August 13, 2019

 

Considero que, cada vez que um atleta (amador ou profissional) vai ao dentista do esporte pela primeira vez, um anjo chora de emoção no céu! <3 hahaha

 

Brincadeiras à parte, a procura dos atletas por um profissional habilitado para tratar suas especificidades vem caminhando à medida que vamos fazendo crescer nossa área e isso nos mostra que a Odontologia – dentro das áreas da saúde – tem elevado grau de interesse em todos os sentidos, pois estamos sendo procurados.

 

Encarar um atleta na sua primeira consulta é uma delícia, significa muita coisa e esse momento deve ser maximamente aproveitado para coletar informações, examinar e diagnosticar. Para isso é necessário um exame odontológico minucioso afim de promover o tratamento de doenças,  atuar de forma preventiva, assim evitamos possíveis lesões e perda de rendimento, tudo em prol da melhoria do desempenho do atleta.

 

Uma proveitosa consulta de anamnese deve conter um bom questionário com perguntas de todos os âmbitos e um detalhado exame clínico extra e intra oral. Temos protocolos bem completos na literatura que podem muito nos direcionar.

 

 Uma anamnese completa deve ter no mínimo:

 

- natureza do esporte, regras, quesitos e características

- volume e periodização de treinos

- tipo de respiração, biotipo facial

- uso de medicação – inclusive hormonal

- funcionamento do ciclo menstrual

- histórico de saúde pessoal e familiar

- hábitos parafuncionais

- detalhamento da dieta e suplementos

- histórico de tratamento odontológico

- histórico de traumatismo buco dentário 

- experiência com o uso de protetores bucais esportivos

 

No exame extra e intraoral, somente o odontograma não traz suficientes informações, é necessário incluir completo exame de ATM, musculatura de cabeça e pescoço, exame de oclusão, exame periodontal e exame de tecidos moles bucais e até mesmo da face (pele, cicatrizes, manchas).

 

Atualmente ainda podemos contar com exames salivares e colaborar até mesmo em nível multidisciplinar, pois a saliva é uma excelente ferramenta coadjuvante para verificarmos a ocorrência de overtraining e com isso planejar o treinamento físico de atletas.

 

A riqueza de detalhes desta primeira consulta é imprescindível para tratar e principalmente PREVENIR alterações da normalidade que possam tirar o atleta do ritmo de treino e limitar a performance. Outras informações podem muito bem orientar o cronograma das futuras consultas e possibilitar a conclusão de procedimentos sem que isso atrapalhe a rotina do atleta e possa inclusive prepará-lo para competições importantes.

Referências:

  • de Souza, B C. Overreaching: a risk factor for periodontal disease? Rev Bras Odontol. 2017;74(4):300-4

  • “Determinação dos níveis de testosterona e cortisol na saliva de atletas de alto rendimento”. Alexandre Zun Zerbini Ueda. Tese, disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23140/tde-07062017-150233/pt-br.php

  • Patologia Geral - Db-301, Unidade Ii, Fop/Unicamp. Áreas De Semiologia E Patologia

  • “Odontologia do Esporte”. Eli Namba e Clara Padilha. Capítulo 24

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Livros que todo cirurgião-dentista do esporte deve ler!

February 18, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes

August 13, 2019

Please reload

Arquivo